AdWords para Imobiliárias
De Márcio Maganha / Google AdWords / 2 comentários

Dicas de AdWords para Imobiliárias

Se você é corretor de imóveis, você sabe que imóveis estão entre os assuntos mais procurados nos buscadores. São milhares de consultas diárias por termos relacionados à compra, venda e locação de imóveis, como casas a venda, apartamentos para alugar, imobiliárias, etc.

E como não podia deixar de ser, o mercado imobiliário é um dos segmentos com mais anunciantes no Google. Afinal de contas, onde há demanda haverá oferta.

Neste artigo eu vou dar dicas preciosas de AdWords para imobiliárias e corretores de imóveis que desejam anunciar no Google.

Para tanto eu vou simular uma campanha para uma imobiliária, localizada no bairro Morumbi, em São Paulo e que atua exclusivamente no bairro. 

É importante deixar claro que o enfoque dessas dicas é a estratégia e não o uso da plataforma AdWords, o que, inclusive, permitirá que você as utilize na criação de campanhas em outras plataformas de links patrocinados como o Bing e o UOL Cliques.

Bem, vamos lá:

Planejamento da campanha

O primeiro passo na criação de uma campanha para a sua imobiliária no Google AdWords é fazer um bom planejamento. Sem ele as chances de sucesso caem drasticamente. Aliás, o planejamento deve ser o primeiro passo de toda e qualquer ação de marketing digital e de marketing e comunicação em geral.

O planejamento deve contemplar:

  • Definição de objetivos (gerar mais leads para os corretores, tornar a imobiliária mais conhecida, etc);
  • Análise de cenário;
  • Análise da concorrência;
  • Análise do público-alvo;
  • Definição de orçamento (verba);
  • Definição de métricas para mensuração de resultados.

Para se aprofundar no assunto você pode ler o meu artigo Como planejar uma campanha de AdWords.

Pesquisa, seleção e configuração de palavras-chave

Essa etapa da criação da campanha da sua imobiliária é crucial para o seu sucesso no Google AdWords, pois os seus anúncios serão exibidos como resposta às pesquisas feitas por essas palavras-chave. Se você escolher palavras-chave irrelevantes, você receberá cliques de visitantes não qualificados, que não estão procurando exatamente pelos tipos de imóveis que você trabalha ou estão procurando em outras regiões. Ou seja, visitantes com pouquíssimas chances de fazer negócio com você.

Pesquisa de palavras-chave

Para pesquisar palavras-chave você pode usar a ferramenta Keyword Planner do próprio Google AdWords ou ferramentas como a Keyword Tool e a UberSuggest.

Seleção de palavras-chave

Seguem algumas dicas:

  1. A não ser que você tenha muita bala na agulha, mas muita mesmo, evite usar palavras-chave genéricas como imóveis, apartamentos, casas, salas comerciais, galpões, etc. Isso porque não é possível saber qual o real objetivo de quem está pesquisando por essas palavras e você receberá muitas visitas sem qualidade nenhuma. Resultado: desperdício absurdo de dinheiro.
  2. Use com muito cuidado palavras-chave como ‘imóveis para alugar’, ‘casas à venda’ e ‘aluguel de apartamentos’, etc. Numa campanha para uma imobiliária que atua numa cidade grande essas palavras-chave podem ser consideradas genéricas. Considerando o nosso exemplo de uma imobiliária no Morumbi, bairro da zona oeste de São Paulo, imagine seu anúncio sendo exibido para alguém de um bairro distante que pesquisou pela palavra ‘apartamento para alugar’. Não sabemos se a pessoa está interessada em alugar um apartamento em qualquer bairro da cidade ou se está pensando em alugar um apartamento no seu próprio bairro. Essas palavras podem ser usadas com mais segurança em campanhas de cidades pequenas ou então em campanhas segmentadas geograficamente por raio (não recomendo que você segmente sua campanha por raio). Seja como for, caso decida usar essas palavras-chave, é fundamental analisar os resultados logo nos primeiros dias subsequentes à inclusão.
  3. Prefira sempre usar palavras-chave específicas. Considerando a imobiliária do nosso exemplo e que ela negocia todo tipo de imóvel para alugar e para vender, uma boa lista de palavras-chave seria:

Palavras-chave para Imobiliárias

Recomendo a você adicionar também variações de palavras-chave do tipo singular/plural (ex.: apartamento/apartamentos, casa/casas), com/sem preposição (ex.: apartamento para alugar morumbi/apartamento para alugar no morumbi, galpão alugar morumbi/galpão para alugar no morumbi) e complementos do local como, por exemplo, zona oeste, são paulo e sp (ex.: ‘casas a venda no morumbi sp’, ‘apartamento para alugar no morumbi sp’).

Você pode até mesmo adicionar variações com erros ortográficos (em minha opinião você só deve incluir palavras-chave com erros ortográficos se você não estiver recebendo cliques suficientes para as palavras escritas na forma correta, exceto nos casos de acentuação, pois é muito comum as pessoas escreverem as palavras sem acentos nas pesquisas).

IMPORTANTE: Essa lista é apenas uma sugestão. Há muitas outras possiblidades e cada caso é um caso. Crie a sua própria lista de acordo com os seus objetivos e modelo de negócio. Obviamente, se ela atender a sua necessidade, você pode usá-la.

  1. Se você não trabalhar com um determinado tipo de imóvel, como por exemplo, casa, evite as palavras-chave com as palavras ‘imóvel’ e ‘imóveis’, além das palavras-chave que contém a palavra ‘casa’, é claro. Isso porque não sabemos se a pessoa que está pesquisando por palavras-chave como ‘imóveis a venda no morumbi’ ou ‘aluguel de imóveis morumbi’, está procurando por apartamentos ou por casas. Se ela estiver procurando por casas e você não oferece casas, você perdeu o dinheiro de um clique. No caso de você querer fazer uma experiência com essas palavras, uma dica é deixar claro no texto do anúncio os tipos de imóveis com que você trabalha.
  2. Na plataforma do AdWords, dentro de um determinado grupo de anúncios, quando você clica no botão ‘+Palavras-chave’, o Google te apresenta muitas ideias.

Ideias de Palavras-Chave Imobiliárias

Configuração de correspondências de palavras-chave

Não, o trabalho com as palavras-chave ainda não acabou. Você precisa conhecer as opções de correspondências de palavrs-chave e configurar as suas palavras-chave corretamente para receber visitas mais qualificadas e não perder dinheiro.

O AdWords oferece 5 opções de correspondências de palavras-chave: ampla, ampla modificada, de frase, exata e negativa. Abaixo eu vou explicar resumidamente cada uma delas e dar alguns exemplos.

  • Ampla: é a correspondência padrão, quando você adiciona somente a palavra-chave sem nenhuma configuração extra. Exemplos: imóveis no morumbi, apartamentos para alugar no morumbi, casas a venda no morumbi (lendo a explicação das demais opções você vai entender melhor). O Google diz que a correspondência ampla permite que o seu anúncio seja exibido para pesquisas de frases semelhantes e variações relevantes. Eu diria que não são muito relevantes não. Eu já vi, por exemplo, o Google exibir anúncios para termos de busca como ‘aluguel de vestido de noiva’ e aluguel de terno’ quando a palavra-chave era na verdade ‘aluguel de carro para casamento’ na correspondência ampla. Se você usar, por exemplo, a palavra ‘imóveis no morumbi’ na correspondência ampla, não é difícil que o seu anúncio apareça para pesquisas por termos de busca como ‘qual o preço do metro quadrado no morumbi’. A minha recomendação é: NÃO use a correspondência ampla. Se você precisar usar (eu não consigo imaginar uma situação em que seja necessário usar a correspondência ampla, mas enfim...), abuse das palavras negativas e fique muito atento(a) aos relatórios, principalmente o de termos de busca (vou explicar melhor mais adiante).
  • Ampla modificada: a correspondência ampla modificada permite maior controle sobre as palavras-chave em relação à correspondência ampla. A modificação é feita adicionando-se o sinal de mais (+) à frente de uma ou mais palavras em uma palavra-chave na correspondência ampla. De acordo com o próprio Google “Cada palavra precedida de + deve ser exibida em sua forma exata na pesquisa do usuário ou como uma variação aproximada. Dependendo do idioma, variações aproximadas incluirão erros de ortografia, formas singular/plural, abreviações e acrônimos e variações de um mesmo radical (como casa e casinha).” Vou dar um exemplo para o nosso caso: a palavra-chave +apartamento +morumbi +alugar poderá acionar o seu anúncio para pesquisas como: ‘apartamento morumbi aluguel’, apto morumbi locação, ‘apartamento morumby alugel’, entre outras. Mais informações sobre a correspondência ampla modificada você pode ler clicando aqui. Importante: não pode haver espaço entre o sinal de soma (+) e a palavra.
  • Frase: configura-se uma palavra-chave como de correspondência de frase colocando-a entre aspas (exemplo: “apartamento no morumbi”). Com essa palavra na correspondência de frase o seu anúncio pode ser acionado para pesquisas que incluem a palavra-chave exata (apartamento no morumbi) ou variações aproximadas(ex.: apartamento no morumby) com palavras adicionais antes e depois dela (exemplos: ‘alugar apartamento no morumbi’, ‘apartamento no morumbi locação’, ‘apartamento no morumbi 3 dorm’).
  • Exata: para configurar uma palavra-chave como exata basta coloca-la entre colchetes (ex.: [apartamento no morumbi] ). Usando a correspondência exata, o seu anúncio é exibido apenas quando forem feitas pesquisas pela palavra-chave na forma exata como ela foi adicionada. Essa é a correspondência de palavra-chave que eu mais utilizo.
  • Negativa: você ainda pode incluir em nível de campanha ou em nível de grupo de anúncios palavras-chave na correspondência negativa. Quando você adiciona uma palavra como negativa você diz ao Google que não quer que o seu anúncio seja exibido quando esta palavra estiver incluída numa pesquisa. Por exemplo, digamos que você não trabalha com aluguel de imóveis e quer trabalhar com palavras-chave como ‘apartamento no morumbi’, ‘imóveis no morumbi’ e ‘casas no morumbi’ nas correspondências de frase, ampla modificada ou ampla. Para evitar que o seu anúncio seja exibido para palavras-chave como ‘aluguel apartamento no morumbi’, ‘imóveis no morumbi locação’ ou ‘casas no morumbi para alugar’, você deve adicionar como palavras negativas, palavras como ‘aluguel’, ‘alugar’, ‘aluga’,‘locação’, ‘locar’, ‘loca’ e outras que, eventualmente, possam estar relacionadas com locação.

Abaixo uma ilustração retirada do blog do AdWords que pode contribuir para o seu entendimento.

Uma última dica sobre correspondências de palavras-chave: comece a anunciar com palavras-chave na correspondência exata e aos poucos vá testando outras opções de correspondência, nessa ordem:

  1. Exata
  2. Frase
  3. Ampla modificada
  4. Ampla

Eu uso como critério o seguinte: se o orçamento diário da campanha estiver sendo alcançado com as palavras-chave na correspondência exata e os resultados estiverem satisfatórios, eu continuo apenas com as palavras nessa correspondência. Se o orçamento não estiver sendo alcançado, ou seja, se estiver sobrando orçamento, e eu já adicionei todas as possibilidades relevantes de palavras-chave na correspondência exata, ou se os resultados não estiverem satisfatórios, eu começo a adicionar palavras-chave na correspondência de frase e assim por diante. Claro que você pode testar palavras-chave em variadas formas de correspondências, até mesmo a fim de descobrir novas palavras-chave, mas fique muito atento(a) aos relatórios e às suas conversões (ligações, contatos via formulário, etc).

Estruturação da campanha

Um dos segredos para se obter sucesso com o Google AdWords, seja para o mercado imobiliário, seja para qualquer outro segmento, é ter uma campanha bem estruturada. E para isso você precisa saber que existe uma estrutura hierárquica no AdWords, nesta ordem:

  1. Conta: é o nível mais alto da hierarquia. É no nível da conta que você configura informações de pagamento, confere as transações realizadas, administra usuários, etc.
  2. Campanhas: em seguida temos o nível Campanhas onde você pode criar quantas campanhas quiser para a sua imobiliária, com orçamentos e segmentações (locais, dias e horários) independentes. Você pode, por exemplo, criar campanhas independentes para imóveis residenciais e imóveis comerciais, cada uma com orçamento próprio. Ou, se você atua em mais que uma cidade, você pode criar campanhas independentes para cada cidade. Tudo depende de como você deseja distribuir o seu orçamento. É no nível da campanha também que você escolhe se quer anunciar na Rede de Pesquisa, na Rede de Display ou na Rede de Pesquisa com exibição em Display, configura a estratégia de lances, agenda início e término da campanha, entre outras coisas.
  3. Grupo de anúncios: no grupo de anúncios é onde você agrupa palavras-chave relacionadas a um mesmo tema (produto, serviço, categoria, modelo, etc) e cria os anúncios que serão exibidos quando essas palavras-chave forem pesquisadas pelos usuários do Google.

Um exemplo prático considerando o nosso exemplo da imobiliária no Morumbi

Campanhas

Você pode criar apenas uma campanha, chamada, por exemplo, Imobiliária Morumbi, ou mais de uma campanha se você quiser distribuir seu orçamento, ou se quiser, por exemplo, criar uma campanha específica para um lançamento imobiliário. Se você tiver uma unidade em outro  bairro, ou simplesmente atuar em outro bairro, você também pode optar por ter campanhas independentes para cada bairro.

Para esse exemplo prático vamos considerar que você vá criar apenas uma campanha, que no caso será a campanha ‘Imobiliária Morumbi’.

Grupos de anúncios

A minha recomendação é que você crie um grupo de anúncios para cada tipo de imóvel que você trabalha (casa, apartamento, sala comercial, galpão, etc) combinado com o tipo de transação (venda ou aluguel). Exemplos de grupos de anúncios:

  • Aluguel de casas
  • Venda de casas
  • Aluguel de apartamentos
  • Venda de apartamentos
  • Aluguel de salas comerciais
  • Venda de salas comerciais
  • E assim por diante

Em cada grupo de anúncio você deverá escrever anúncios com ofertas específicas e incluir as palavras-chave relacionadas ao tema do grupo. No grupo ‘Aluguel de casas’, por exemplo, você incluirá palavras como ‘aluguel de casas morumbi’, casas para alugar morumbi’, ‘locação de casa morumbi’, ‘casa no morumbi para alugar’, etc.

Você pode criar também um grupo de anúncio para agrupar palavras-chave relacionadas à palavra ‘imobiliária’, como por exemplo: ‘imobiliária no morumbi’, ‘imobiliária morumbi sp’, ‘imobiliária no morumbi aluguel’, etc, além do nome da sua imobiliária, é claro.

Criação de anúncios

Quando alguém faz uma busca por imóveis no Google, ele é exposto a uma porção de ofertas, não só de links patrocinados, mas também de resultados da busca orgânica. Portanto, nem é preciso dizer que você terá ter um anúncio chamativo para se destacar na multidão. Este anúncio precisa ser relevante à consulta do usuário e despertar nele o interesse em clicar no seu anúncio e conhecer a sua oferta.

Como criar anúncios relevantes e chamativos

Um dos principais benefícios de se organizar uma campanha em grupos de anúncios é poder criar anúncios específicos para cada tema.

Pense bem: se alguém está interessado em comprar um filhote de gato, um anúncio com o título ‘Temos lindos filhotes de gatos’, chamará muito mais a atenção do que um anúncio com um título genérico tipo ‘Vendemos filhotes’. Indo além, se o interesse, e a respectiva pesquisa, for por filhotes de angorá, um anúncio com o título ‘Lindos filhotes de angorá’ será muito mais chamativo e relevante do que um anúncio com o título ‘Lindos filhotes de gatos’.

No caso da sua imobiliária, por exemplo, você poderá escrever anúncios com ofertas específicas de apartamentos para locação, apartamentos para venda, casas para locação, salas comerciais para locação e assim por diante, de acordo com o seu negócio.

Inserção de palavra-chave no anúncio

Como você pode perceber, a inserção da palavra-chave no anúncio, torna-o mais chamativo e relevante para atrair os visitantes certos.

Mas meus grupos de anúncios possuem dezenas de palavras-chave. Vou ter que criar dezenas de anúncios para conseguir inserir cada uma das palavras-chave?

Essa é uma excelente pergunta e a resposta é: não, não terá.

Você poderá utilizar um recurso do AdWords que automatiza a inserção de palavras-chave no texto do anúncio, seja no título, seja na descrição. Este recurso consiste em utilizar no local desejado do anúncio o código {KeyWord:texto padrão}, onde ‘KeyWord’ é a palavra-chave e o texto padrão é o texto que o Google irá exibir caso ele não consiga substituir o código 'KeyWord’ por uma das palavras-chave do seu grupo de anúncios.

Exemplo prático:

Vamos considerar como exemplo um grupo de anúncios que pode ser o ‘Apartamentos para Locação’. Esse grupo de anúncios possui dezenas de palavras-chave, entre as quais: apartamento locação morumbi, apartamento morumbi locação, apartamento aluguel morumbi, apartamento morumbi aluguel, apartamento no morumbi para alugar, aluguel de apartamento morumbi e assim por diante.

Você poderia usar no título do seu anúncio o código da seguinte forma: {KeyWord:Aluguel Apartamento Morumbi}.

O que acontecerá: o Google tentará fazer com que o título do seu anúncio seja exatamente o termo de busca utilizado pelo usuário (desde que esse termo de busca esteja entre as palavras-chave do grupo de anúncios). Caso não seja possível substituir (no caso, por exemplo, da palavra-chave exceder os 30 caracteres possíveis no campo Título), ele usará o texto padrão que você configurou, que no caso do nosso exemplo, é ‘Aluguel Apartamento Morumbi’.

Se quiser se aprofundar no entendimento desse recurso, clique aqui.

Deixe clara a sua oferta e economize

O seu anúncio precisa também deixar bem clara qual é a sua oferta, a fim de evitar cliques de visitantes não qualificados, ou seja, visitantes que não estão procurando exatamente o que você está ofertando. Isso significará uma grande economia para você, principalmente a médio e longo prazo.

Extensões de anúncio para imobiliárias

Utilize extensões de anúncios  para deixar os seus anúncios mais completos e relevantes. As principais extensões são:

  • Chamada: para você colocar números de telefone da sua imobiliária.
  • Local: para você colocar o endereço da sua imobiliária.
  • Sitelinks: para você colocar links para páginas específicas. Por exemplo, você pode usar os sitelinks para oferecer ao usuário a possibilidade de ir direto para a página de apartamentos com o número de dormitórios que ele deseja. Você pode colocar um sitelink para a página de 1 dormitório, um sitelink para a página de 2 dormitórios e assim por diante.
  • Frases de destaque: você pode usar para adicionar frases com os diferenciais do seu imóvel, da sua imobiliária, do seu atendimento, etc.
  • Snippets estruturados: você pode usar o snippet 'Tipos' para adicionar os tipos de imóveis que você trabalha (ex.: Tipos: Casas, Apartamentos, Salas Comerciais, Galpões Comerciais, Lojas).

Quer conhecer todas as opções de extensão de anúncios? Então clique aqui.

Testes A/B de anúncios

Recomendo fortemente que você realize testes A/B de anúncios em suas campanhas. Um teste A/B consiste basicamente em criar 2 ou mais anúncios em um mesmo grupo de anúncios e deixá-los sendo exibidos simultaneamente a fim de descobrir qual tem melhor desempenho (melhor CTR, maior quantidade de cliques, maior taxa de conversões, etc).

Você pode testar a mudança de apenas uma palavra, da ordem de uma frase ou comparar 2 ou mais anúncios completamente diferentes um do outro.

Segue um exemplo:

Teste A/B anúncio Imobiliária Google AdWords

Sobre a rotação dos anúncios nos testes A/B

Há 4 opções de configuração da rotação dos anúncios para você escolher:

  1. Otimizar para cliques (padrão)
  2. Otimizar para conversões
  3. Alternar uniformemente (por 90 dias)
  4. Alternar indefinidamente

Essa configuração é feita na guia 'Configurações', já quase no final da página, na opção 'Exibição de anúncios: rotação de anúncios, limite de frequência'. Ao clicar sobre o link, abrirá uma caixa, conforme ilustrado abaixo:

Configuração Rotação de Anúncios AdWords

Depois de um determinado período você deve verificar quais anúncios tiveram melhor e pior desempenho e substituir os de pior desempenho por novos anúncios, iniciando um novo teste.

Eu, particularmente, gosto de começar o teste configurando para alternar uniformemente por 90 dias, pois eu gosto de ver a taxa de cliques e de conversão para um mesmo número de exibições. Obs.: nem sempre eu espero os 90 dias para reconfigurar a rotação e/ou substituir os anúncios com pior desempenho.

Índice de Qualidade dos anúncios

Esteja atento(a) também ao Índice de Qualidade dos seus anúncios para cada uma das suas palavras-chave. O Índice de Qualidade é uma espécie de nota de 1 a 10 que o Google atribui ao seu anúncio para cada palavra-chave do grupo de anúncio. Quanto maior o Índice de Qualidade, mais bem posicionado o seu anúncio fica e menos você paga pelo clique. E mais do que isso, ainda qualifica o seu anúncio a exibir extensões de anúncio.

O Índice de Qualidade é calculado com base em 3 componentes principais:

  1. Taxa de cliques esperada
  2. Relevância do anúncio
  3. Experiência na página de destino

Quer se aprofundar mais no assunto Índice de Qualidade? Então clique aqui.

Viu como a qualidade do anúncio é importante? Até mesmo a página de destino é considerada para determinar a classificação do seu anúncio. E é exatamente este o assunto do próximo tópico.

Página de destino / Landing page

A página de destino, também conhecida como landing page, é a página para a qual o usuário será direcionado após clicar no seu anúncio. A página de destino pode ser qualquer página do site da sua imobiliária ou pode ser uma página independente, projetada exclusivamente para receber os visitantes de uma determinada campanha.  A esse tipo de landing page independente é dado o nome de standalone. Mais adiante falarei mais sobre esse tipo de página de destino.

É recomendável que você direcione o seu potencial cliente para a página que lhe apresentará a oferta do tipo e local do imóvel que ele está procurando.

Por exemplo: se ele pesquisou por ‘apartamentos para locação no morumbi’, direcione-o para a página que apresenta ofertas de apartamentos para locação no Morumbi.

Se ele especificou que quer apartamento para locação no Morumbi com 2 dormitórios, direcione-o, se possível, para a página que apresenta ofertas de apartamentos com 2 dormitórios no Morumbi para locação.

Evite usar a home do seu site como página de destino

Não é exatamente uma regra, mas se você quiser ter melhores taxas de conversão, somente use a página inicial do seu site como página de destino nos seguintes casos:

  • Quando o que foi pesquisado é o nome da sua imobiliária;
  • Quando o que foi pesquisado são palavras-chave genéricas como ‘imobiliária no morumbi’ ou ‘imóveis no morumbi’;
  • Quando você não tem uma página específica para exibir (se este for o seu caso, providencie páginas de destino específicas o quanto antes. Talvez seja o caso até mesmo de você pausar a sua campanha enquanto elas estiverem sendo preparadas. Pode parecer radical, mas não é).

Landing pages tipo standalone

Você pode usar uma landing page do tipo standalone como página de destino para apresentar um lançamento imobiliário, por exemplo.  Ou então, para apresentar um imóvel de alto valor agregado, que lhe interesse muito a sua venda ou a locação. Há dois tipos básicos de landing pages standalone: a lead generation e a click-through. A lead generation tem como objetivo a geração de leads e ela possui um formulário para captura de dados de contato. A click-through tem por objetivo fazer com que o visitante clique num botão.

Segue abaixo alguns links de exemplos de landing pages projetadas para o ramo imobiliário.

Exemplos de landing pages para imobiliárias e corretores de imóveis

Aqui você encontra mais modelos de landing pages.

Campanha Rede de Display para imobiliárias e corretores

Até agora falei com você apenas sobre anúncios na Rede de Pesquisa do Google AdWords, mas você também pode anunciar a sua imobiliária e as suas ofertas de imóveis na Rede de Display do Google AdWords.

A Rede de Display é formada por centenas de milhares de sites parceiros do Google, além de sites do próprio Google como o YouTube e o Gmail.

Vantagens de anunciar na Rede de Display

As vantagens são muitas, mas eu destaco duas:

  1. Poder anunciar em outros formatos, além de texto. Na Rede de Display é possível anunciar também em formato de gráfico (banner), vídeo e rich media.
  2. O alto poder de segmentação. Na Rede de Display é possível segmentar os anúncios por contexto, canais, categorias de interesse, tópicos, localização geográfica e idiomas, dados demográficos e remarketing, além de outras configurações complementares.

Para se aprofundar mais no assunto sugiro dois links: Sobre a Rede de Display e Ferramentas de Segmentação.

Remarketing para anúncios de imóveis

O remarketing, como você viu acima, é uma das ferramentas de segmentação da Rede de Display do Google AdWords. Com o remarketing você pode exibir seus anúncios para pessoas que visitaram o site da sua imobiliária recentemente.

Você pode criar listas de remarketing específicas para cada tipo de oferta no seu site. Desse modo as pessoas que visitaram sua página de apartamentos para locação verão um anúncio sobre apartamentos para locação. É possível até mesmo exibir anúncios dinâmicos com seus imóveis. As possibilidades de uso do remarketing são grandes (há até mesmo remarketing para a Rede de Pesquisa) e você pode se aprofundar mais aqui.

Acompanhe os resultados e otimize a campanha

Seja lá como você preferir criar a campanha da sua imobiliária no Google, seguindo as minhas dicas ou não, acompanhe de perto o seu desempenho. Não cometa o erro, que é muito comum, inclusive, de deixá-la esquecida. Seguem algumas dicas sobre o que você deve acompanhar e otimizar:

  • Acompanhe o posicionamento dos anúncios, o CPC (custo por clique), a CTR (taxa de cliques) e, principalmente, a taxa de conversão. E não somente das palavras-chave, mas também dos anúncios (lembra dos testes a/b de anúncios?);
  • Configure o acompanhamento de conversões do AdWords e implemente o código no seu site;
  • Integre o AdWords com o Analytics;
  • Crie metas de conversão no Analytics;
  • Converse com o atendimento da imobiliária, com os corretores, verifique a qualidade dos contatos/leads;
  • Analise os relatórios frequentemente;
  • Teste novas palavras-chave, novos anúncios, novas segmentações, novos canais, novas configurações, faça testes e mais testes e nunca pare de testar e otimizar os resultados.

Conclusão

Bem, chego ao final desse artigo desejoso que ele possa lhe ser útil para alavancar os negócios da sua imobiliária ou do seu negócio de corretor de imóveis autônomo.

Se precisar de ajuda para implementar uma estratégia vencedora de AdWords, pode contar comigo. Clique aqui para me enviar uma mensagem.

E fique agora com um case de sucesso da Lopes Imobiliária:

Não deixe de fazer seus comentários abaixo.

Quer começar a anunciar sua imobiliária no Google e ter resultados de verdade? Conte com o meu serviço de criação de campanhas.

Você já anuncia, mas os resultados não estão satisfatórios, conheça o meu serviço de otimização de campanhas de AdWords.

Faça sua imobiliária crescer com o Google
Dê o primeiro passo agora solicitando uma proposta. É GRÁTIS!
Gostou do conteúdo? Então compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

2 comentários

  • Terence Plentz

    Olá Márcio, achei o conteúdo muito rico e útil, é bem o que as pessoas precisam, algo direto ao ponto, quase uma consultoria este post, inclusive cheguei até você pelo Google rsrs. Parabéns! Vou aplicar em nossa imobiliária. Abraço!

    • Márcio Maganha

      Oi Terence, muito obrigado pela visita e pelo comentário! Fico feliz que tenha gostado das dicas e que tenha decidido aplicá-las na sua campanha. Volte aqui depois pra relatar os resultados. Espero que sejam positivos. Um grande abraço.

  • Escreva um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *